O Vizinho

| quinta-feira, 5 de março de 2009 | |
O meu vizinho um dia contou-me um sonho profético que teve. A Segurança Social entrava em colapso e deixava de pagar reformas. O estado demitia-se das suas funções e o país era tomado por banqueiros anarquistas por dirigentes de futebol e construtores civis. As pessoas que se viam despojadas de todos os seus haveres, dormiam debaixo das inúmeras pontes sobre o Tejo, e também dentro das apodrecidas carruagens do TGV que tinha tido um acidente descomunal no dia da sua viagem inaugural. Estranho sonho, mesmo para um vizinho que apressado ainda gritou «vou comprar um colchão, e tu devias fazer o mesmo».

0 comentários: