Ainda Domingo

| domingo, 19 de julho de 2009 | |

Zeferino chegou à praia e estendeu a toalha no sítio que lhe era preferido: o bar. Ficava sobranceiro ao areal e tinha uma vista privilegiada sobre o oceano. Pediu um Mojito. Não que gostasse muito da bebida, mas vira o James Bond a fazer o mesmo num filme. Era domingo; o dia da semana que (de tão estúpido)foi reservado a Deus. Rezou para que uma Halle Berry lhe caísse no colo. Caíu-lhe o Mojito ao invés. Pediu outro, aquela história da hortelã era interessante.
Às 10h30 certas, começaram a chegar as famílias. Perante a imensidão do areal e a difícil escolha entre a esquerda e a direita, iam optando por ficar todas logo ali, em frente à passadeira. Assim dava menos trabalho a sair. À direita ficavam os surfistas, à esquerda as nudistas. As famílias ficavam ao centro para manter a moral e os bons costumes. As mães retiravam a trela aos filhos e deixavam-nos ir para beira-mar, ladrar às ondas. Os pais, alegavam um passeio para esticar as pernas e sub-repticiamente todos os seus membros viravam à esquerda. Os mais velhos arregaçavam as calças cinzentas e iam molhar os pés. Quando voltavam já a melancia rodava por entre sombrinhas. À direita os surfistas comiam croissants e suspiravam por tsunamis que nunca mais chegavam. Mais à esquerda, as nudistas giravam como sardinhas na brasa, e isso enchia de água, a boca dos paizinhos que esticavam as pernas.
Eram 12h00 e Zeferino perdera a conta aos Mojitos. Agora mastigava as folhas de hortelã lembrando um qualquer animal ruminante. Estava calor e Zeferino sentia-se com aquela felicidade que só o rum proporciona. Apetecia-lhe fazer surf montado num croissant, nadar por entre as sombrinhas e tirar as pevides às nudistas. Era ainda domingo, o dia que vem antes de segunda-feira.

14 comentários:

Post Mortem Says:
20 de julho de 2009 às 10:30

muito bom.
praia ao Domingo, hein?

El Matador Says:
20 de julho de 2009 às 14:04

Ehehehe!

roserouge Says:
20 de julho de 2009 às 18:43

Finíssima, essa praia. Não tem garrafões de 5 litros nem feijoada? Só mojitos e Halle Berrys? Cheio de sorte...

El Matador Says:
20 de julho de 2009 às 19:06

Ó Rose, os garrafões de cinco litros e a feijoada estão subentendidos na rodada de melancia.

Halle Berrys, infelizmente, não chegou a haver.

roserouge Says:
20 de julho de 2009 às 23:46

Ah, mas melancia sabe tão bem, na praia...

FacAfiada Says:
21 de julho de 2009 às 02:50

Praia muito organizada ...

Secção das familias
Secção dos Surfistas
Secção dos nudistas

Há mojitos, 007's ... e o homem dos gelados e a senhora das bolas de Berlim não trabalham ao domingo?!

El Matador Says:
21 de julho de 2009 às 08:23

O homem dos gelados e a senhora das bolas de Berlim foram caçados pela ASAE, pelo que, de momento os seus serviços estarão indisponíveis.

FacAfiada Says:
21 de julho de 2009 às 11:58

Mas nessa praia havia também ASAE?!

Pois não há nada perfeito ...
Triste realidade!

El Matador Says:
21 de julho de 2009 às 12:03

FacAfiada,

A ASAE está em todo o lado. Não sei mesmo se algumas das nudistas não seriam eles à paisana.

Joaninha Says:
21 de julho de 2009 às 18:23

Conta lá, para quando o livro? hummm?

Isto é sem duvida material de primeira.

beijoss

roserouge Says:
21 de julho de 2009 às 18:46

"... algumas das nudistas não seriam eles..." quantos mojitos bebeste, mesmo?!

El Matador Says:
21 de julho de 2009 às 18:57

Joaninha: AHAHAH, o Livro? Achas que fazem edições de 6 exemplares?

Rose:Nudistas pois, mulheres da ASAE, Não?...Olha não sei.

Joaninha Says:
21 de julho de 2009 às 19:21

Acho que vendias bem mais do que isso...Mas isso sou eu, na minha modesta opinião ;)

El Matador Says:
21 de julho de 2009 às 20:29

E muito agradeço a tua modesta opinião.