O Último Segundo

| terça-feira, 16 de junho de 2009 | |
«As chaves do carro na ignição. A prestação da casa. Desligar o gás. Pagar a Tv por cabo». No meio da aflição, tentava manter-se calmo, mas aquelas imagens continuavam a surgir-lhe como um Mantra, uma obsessão. «Separar o lixo. Passear o cão. Comprar leite». Era o que lhe vinha à cabeça, olhava em volta e como num filme, as pessoas gritavam, choravam, agarravam-se às cadeiras em câmara lenta . «Mudar de Televisão». Tinha a sensação de que estava a esquecer-se de qualquer coisa, talvez o aniversário de alguém importante. «Desligar o computador. Entregar os relatórios». A senhora ao seu lado, gritava por Deus e pedia por favor. Era suposto, nos seus últimos momentos, a vida passar-lhe à frente dos olhos como um filme, mas não. «Desligar as luzes da sala. Devolver o dvd alugado. Desligar o gás...não, esta já disse». A angústia de não se lembrar crescia proporcional ao pãnico em seu redor. E num último segundo: escuridão. Silêncio.Vazio.

4 comentários:

roserouge Says:
16 de junho de 2009 às 18:49

Credo, pequeno. Que lúgubre... olha o sol, aí...

El Matador Says:
16 de junho de 2009 às 19:31

É o que dá ver os telejornais.

Joaninha Says:
17 de junho de 2009 às 12:13

Tinha qualquer coisa de positivo para dizer mas esqueci-me.

Fico-me por este comentário, ADOREI.

beijos

El Matador Says:
17 de junho de 2009 às 16:31

Obrigado Joaninha.