O Princípio do Fim

| sexta-feira, 5 de junho de 2009 | |
Zeferino abriu a porta do frigorífico e deparou-se com um espectáculo terrível: Já só tinha duas cervejas. Não suportou o choque e gritou bem alto a sua dor: «Ó Meu Deus, estão-se a acabar!». Um ser incauto que ia a passar por debaixo da janela de Zeferino, ouviu a terrível frase, e, temente que era a Deus, arrepiou-se com a profecia. «Eu sabia,..Chegou finalmente a hora. Os tempos estão-se a acabar». Como era uma pessoa que há muito se havia preparado para a aurora do apocalypse, em pouco tempo mandou a mulher e os filhos para uma cabana no monte mais alto em redor da Cidade. Depois, montou uma banca na Praça Central e qual arauto da salvação alheia põs-se a arengar aos transeuntes:«Arrependam-se! Arrependam-se! Já falta pouco, os tempos estão-se a acabar!». O certo é que o boato já se tinha espalhado, e corria pela Cidade como sendo um dado adquirido. Os místicos consultaram os seus mapas astrais e confirmaram que sim, que o fim dos tempos estava previsto para mais ou menos aquela altura. As pessoas consultaram os místicos e logo se convenceram;«pois se a Lua está na segunda casa de Marte, não pode vir nada de bom daí». O burburinho aumentou e cedo se tranformou em ruído geral«É o fim-do-mundo, salve-se quem puder» gritavam os mais aterrorizados enquanto corriam espavoridos de um lado para o outro. O Trânsito rapidamente se tornou um caos e os acidentes eram constantes. Houve um ataque geral aos supermercados em busca de mantimentos, havia quem não percebesse o conceito de fim-de-mundo. Do pânico à pilhagem, e a outros crimes típicos do fim-dos-tempos, foi um saltinho.
Zeferino arriscou a vida para ir a um supermercado comprar cerveja, a Cidade estava totalmente irreconhecível, quando finalmente se deparou com facto de já não haver cerveja em lado nenhum, não conseguiu conter um suspiro: «É o fim!».

7 comentários:

Pierrot le Fou Says:
5 de junho de 2009 às 12:59

...E os accionistas pelo mundo, num acto de desespero (ou último acto) a vender acções...

El Matador Says:
5 de junho de 2009 às 14:10

É sempre bom vender as acções antes que o mundo acabe.

Post Mortem Says:
5 de junho de 2009 às 14:25

as más acções têm elevada cotação no Inferno ... he he

El Matador Says:
5 de junho de 2009 às 14:28

A Rir Bem Alto (lol em português).

roserouge Says:
5 de junho de 2009 às 14:42

Já que morro, ao menos morro bêbado...

El Matador Says:
5 de junho de 2009 às 15:12

Going out in style.

FacAfiada Says:
6 de junho de 2009 às 00:17

El Matador,
Estive até ao fim a pensar que a criatura ia espirrar e dizer, pronto estou com gripe!

Vá antes a falta das jolas