A Título Excepcional

| quarta-feira, 27 de maio de 2009 | |
O Parvo da Cidade, um dia, mandou reunir todos os seus patrícios no Salão Nobre da Praça Central e declarou: Caros amigos! Amanhã, a título excepcional, vamos apedrejar todos os banqueiros da Cidade.
O povo aplaudiu em êxtase; aquele era deveras um bom Parvo, podia-se sempre esperar dele boas ideias para animar as massas.
No dia seguinte, o povo, que já havia reunido de antemão todos os banqueiros num buraco, fez uma festa de arremesso. Havia quem mandasse pedras grandes para causar mais dano, outros preferiam pedras pequenas porque eram mais rápidas, as mulheres gostavam de mandar várias pedras de uma vez porque tinham menos pontaria, as crianças riam-se muito e como não conseguiam arremessar, cuspiam em cima dos banqueiros; estes tentavam repetidamente escalar pelas bordas da vala: esforço inglório, havia sempre quem lhes pisasse as mãos e lhes pontapeasse a cabeça de volta para o fundo.
Acabado o festival, e desfeito o nervosismo que se tinha acumulado entre os habitantes, a cidade retornou ao seu marasmo natural.
Passado algum tempo, uns senhores de fato e gravata que tinham ouvido falar da cidade desgovernada, vieram instalar-se entre os habitantes e falar-lhes da maravilha dos Partidos. Eram os políticos diziam eles, e representavam o povo. Falavam muito alto e prometiam aos habitantes, mundos de todas as cores, promessas essas que nunca eram cumpridas, o que deixava os habitantes da Cidade em alto grau de ansiedade e tristeza. Ora, o Parvo da Cidade que não gostava nada de ver os seus companheiros cabisbaixos e de moral em baixo, um belo dia, reuniu os patrícios todos no Salão Nobre e declarou:
Caros Amigos! Amanhã a título excepcional...

9 comentários:

roserouge Says:
27 de maio de 2009 às 21:35

Parvo e chato.

El Matador Says:
27 de maio de 2009 às 21:46

Quem, eu?

roserouge Says:
27 de maio de 2009 às 23:46

Não, o da Cidade.

El Matador Says:
27 de maio de 2009 às 23:52

Fico mais descansado.

FacAfiada Says:
28 de maio de 2009 às 00:50

El Matador,
e a título excepcional ... masis uma chuva de incompetência!

El Matador Says:
28 de maio de 2009 às 00:53

Exacto.

Pierrot le Fou Says:
28 de maio de 2009 às 00:54

É isso mesmo...

Talvez um dia, esses "políticos..." (ou banais Administradores), se tornem potênciais pedras ou simples projécteis para atirar aos banqueiros vulneráveis, num buraco qualquer.

Abraço,

Pierrot le fou

Joaninha Says:
28 de maio de 2009 às 15:45

Mim gostar da ideia do parvo, estou nesse bute apredrejar os politicos?

Beijos

El Matador Says:
28 de maio de 2009 às 16:05

Aproveita agora que eles andam em campanha.