As Ratazanas

| terça-feira, 22 de setembro de 2009 | |
O Verão acabou e as eleições estão à porta. Duas formas comuns de acizentar os dias. Ao abrigo das nuvens escuras que ensombram o horizonte chegam as ratazanas. Cheias de bons modos, boas maneiras e promessas vãs, saem no princípio do Outono; que é quando é mais fácil tapar o sol com a peneira. O seu discurso é fastidioso, o seu sorriso é boçal, as suas intenções são venenosas, a sua mordidela é torpe. Amolecem-nos ao de leve o tempo suficiente de nos envolverem na sua ilusão. Depois seguem em caravana atropelando cães e gatos pelo caminho. São espertas estas ratazanas. Sabem que são espertas. Sabem o quanto somos mansos.
Pensava nisto Abrenúncio na esplanada dum bar em Paramaribo. Nunca o entardecer lhe parecera tão bonito, nunca o rum lhe soubera tão bem.

9 comentários:

roserouge Says:
22 de setembro de 2009 às 22:02

Esmiucemos os esmiuçadores...

El Matador Says:
22 de setembro de 2009 às 22:10

escuta:

JVR Says:
23 de setembro de 2009 às 17:23

sempre apreciei a palavra boçal, designadamente aquando da reflexão sobre as ratas que nos circundam via tv, fm e outros...

El Matador Says:
23 de setembro de 2009 às 18:41

A palavra boçal é ela própria, boçal.

Joaninha Says:
24 de setembro de 2009 às 15:09

O grande perigo das ratazanas é que embora a boca delas seja pequena a imundice que nela vive é grotescamente imensa, assim a sua dentada embora aparentemente inócua, pois é pequena, pode na verdade ser letal.

beijos

El Matador Says:
24 de setembro de 2009 às 15:44

A imundicie que vive na boca das ratazanas, boa Joaninha, tinha-me esquecido dessa.

Pierrot le Fou Says:
25 de setembro de 2009 às 20:15

Ratazanas... Aquelas coisas que vão agora a eleições? (leio pouco...)

Ah... O mesmo entardecer, mas com Jameson... ;)

El Matador Says:
25 de setembro de 2009 às 22:17

Jameson, boa escolha, especialmente se houver Guiness a acompanhar.

Pierrot le Fou Says:
26 de setembro de 2009 às 01:13

huuuum. 5 estrelas!
E boa música...