A Promoção

| sábado, 17 de abril de 2010 | |
"I'm all lost in the supermarket
I can no longer shop happily
I came in here for that special offer
A guaranteed personality"
The Clash

Ildefonso estava perdido. Procurava desesperadamente encontrar uma saída mas não havia maneira. As luzes brancas e brilhantes ofuscavam-no, deixavam-no confuso, baralhado. Era muita informação, muito assédio, não estava habituado. Era uma pessoa simples Ildefonso; gostava da rotina e das pequenas coisas, e, quando entrou no supermercado era isso que procurava, uma coisa simples: cerveja.
O seu plano era conciso: entrar no estabelecimento, comprar um pack de cerveja irlandesa que estava em promoção (ofereciam o copo de half pint), pagar e sair o mais rapidamente possível. Como depois se viu as coisas não foram assim tão simples. Era todo um mundo alternativo que surgia por detrás das portas de vidro automáticas; havia fruta biológica e fruta da outra, sumo natural e sumo não natural, pão de todas as cores e feitios, marisco com fartura e farturas com recheio, havia sabonetes, torradeiras, presunto, raquetes de ténis, iogurtes, tremoços e comida para cão. E leite! Leite de vaca e leite de soja: Como é que se ordenha a soja?
E havia música de fundo que saía dos altifalantes, era a Lena d'Água que exortava a clientela: ...Deus é o dinheiro, só é salvo quem o adorar... E toda uma população consumista seguia o adágio como se de uma profecia se tratasse. Nos seus fatos de treino e sandálias, coçando a nuca com a unha grande do dedo mindinho, tiravam os produtos das prateleiras obedecendo a um mantra zombie de um deus desconhecido. Há quanto tempo estaria ali? Perguntava-se Ildefonso junto à tenda de campismo com oferta do tapete de fitness. Arrastava o carrinho já cheio, pelo cabo, como se dum animal de estimação com rodas se tratasse; da cerveja nem sombras. A última vez que foi visto estava junto à secção de literatura, folheava um exemplar da explicação do resumo do Código Da Vinci.
Nunca mais foi encontrado.Desapareceu. Há quem diga que saiu sem pagar, mas todos sabemos que isso é impossível. Outros afirmam que ele próprio foi consumido numa época de descontos. Os responsáveis do supermercado insistem que em dias de chuva ainda o conseguimos ver a vaguear pelos corredores, em busca de cerveja; para tal basta adquirirmos uns óculos especiais 3D, que por acaso estão em promoção: na compra de dois leva três.

15 comentários:

Anónimo Says:
18 de abril de 2010 às 00:03

Pobre Ildefonso, deve estar neste momento no divã a contar a um qualquer psicanalista como um supermercado o tentou devorar.

Parabéns, excelente escrita.

Helena Says:
18 de abril de 2010 às 09:20

é uma honra! genial ;}

beijos

El Matador Says:
18 de abril de 2010 às 09:39

É verdade. São traumas que ficam para a vida toda.

Obrigado Anónimo.

El Matador Says:
18 de abril de 2010 às 09:45

A Honra é minha Lena, a tua música foi inspiradora.

Obrigado e bem-vinda.

Post Mortem Says:
19 de abril de 2010 às 11:07

A Guiness está num expositor do lado direito ao lado da Caixa.

El Matador Says:
19 de abril de 2010 às 11:32

Por acaso até nem estava. Estava mais lá para dentro, isto se estamos a falar do mesmo lugar.

Tulipa Says:
19 de abril de 2010 às 14:33

Gosto de clash!! Eu já me perdi uma vez como o Ildefonso...depois descobri o serviço online e a minha vida mudou. kiss

El Matador Says:
19 de abril de 2010 às 15:13

A internet tem tudo.

Tulipa Says:
19 de abril de 2010 às 15:31

Quase tudo...

Joaninha Says:
19 de abril de 2010 às 18:16

Odeio Supermercados...

beijos

El Matador Says:
19 de abril de 2010 às 18:20

Junta-te ao clube.

Lala Says:
19 de abril de 2010 às 22:01

Esse é o drama de muitos consumidores... vão ao 'super' porque não querem perder aquela promoção por nada... mas é só porque é uma promoção... nem precisam do produto mas, pá 'tá em promoção, vale a pena'! depois perdem-se nos corredores, engalfinham-se nas prateleiras, enchem os carros, torram o dinheiro... e nem levaram a promoção porque até tinham a sensação que lhes faltava algo da lista que não tinham feito, mas não se lembravam o que era! Depois, fica assim... como o pobre do Ildefonso... :|

Beijinhos**

El Matador Says:
19 de abril de 2010 às 22:10

É uma febre que lhes dá.

Anónimo Says:
2 de junho de 2010 às 21:11

Estou realmente maravilhada com os teus textos.
Parab
Parabéns.
Beijo x
Paula

El Matador Says:
2 de junho de 2010 às 21:23

Obrigado mais uma vez Paula, fico contente que tenhas gostado. Volta sempre.