Olhos de Mula Cósmica

| sexta-feira, 5 de outubro de 2012 | |
- ...Foram aqueles olhos que deram cabo de mim.
- Como assim?
- Os olhos dela, pá, eram terríveis, não havia maneira de os contornar.
- Eram muito bonitos?
- Nem por isso, mas quando saíam à rua, metiam-se no meio da estrada e não deixavam passar ninguém.
- A sério, mas porquê, eram grandes?
- Eram grandes e escuros, como dois buracos negros, o tempo passava mais devagar quando estávamos ao pé deles.

- Tinham uma força gravitacional enorme, portanto.
- Pfff, nem queiras saber, pá, nem a luz conseguia escapar.
- Impressionante.
- Uma vez vi-a pôr-se no meio da pista do aeroporto a olhar para o céu …
- E...
- Os aviões desapareceram todos.
- Como assim???
- Há quem diga que viajaram no tempo e foram parar a uma outra época.
- Ou até a outra dimensão;
- Sim, também há essa possibilidade, o que eu sei é que as leis da física se desmancham todas quando ela se põe a olhar com aqueles olhos de mula.
- São uns olhos portadores de um certa estranheza quântica.
- Nem me digas pá. Uma vez ouvi um cientista explicar que os olhos dela quando explodissem iriam provocar uma onda de choque tão grande que poderia até ser a causa da criação de universos paralelos.
- Ah!
- A sério, universos onde tudo poderia ser igual ou diferente, as leis da física subverter-se-iam completamente e até a percepção do tempo poderia alterar-se.
- Deixar de experienciar o tempo como linear, era capaz de ser interessante, como se andássemos em círculos e o passado estivesse permanentemente ligado ao futuro sem que tivéssemos noção disso.
- Um pesadelo!
- Mais uma condenação. Estarmos sempre a repetir os mesmos erros, a voltar ao mesmo lugar, fazer tudo de novo, sem ser outra vez, porque seria sempre a mesma vez repetida.
- Nem me fales nisso.
- Humm,  gostava de os ter conhecido, esses olhos de que falas.
- Não digas isso nem a brincar pá, foram aqueles olhos que deram cabo de mim.
- Como assim?
- Os olhos dela, pá, eram terríveis, não havia maneira de os contornar.
- Eram muito bonitos?

- Nem por isso, mas quando saíam à rua, metiam-se no meio da estrada e não deixavam passar ninguém.

[...]

5 comentários:

nAnonima Says:
5 de outubro de 2012 às 22:18

os olhos, o olhar, haverá alguma coisa mais bonita e sensual numa mulher?!? não creio :)

(magnifico :)

El Matador Says:
5 de outubro de 2012 às 22:25

Especialmente quando sugam o oxigénio de uma sala inteira.

Neste caso, são os teus que vêem aqui algo de magnífico. Não devem muito diferentes dos do post, digo eu, :)

Maria Says:
5 de outubro de 2012 às 23:41

ai o que eu gosto disto.

nAnonima Says:
6 de outubro de 2012 às 09:32

ahahahah!
(chamas-me Mula Cósmica, pois então?!... :)

desejo Says:
7 de outubro de 2012 às 20:14

Olhos profundos, olhos à El Matador(a).
:)